Mente Performance Linhares Objetivos

Você sabe traçar metas e objetivos? Leia abaixo e melhore sua qualidade de vida

O primeiro passo é ter clareza sobre “qual é seu objetivo? ” que resultados você deseja alcançar? Saber o que você quer… Lembra da história da Alice no País das maravilhas? Se você não sabe aonde vai… Qualquer lugar serve.

O segundo passo é: Como você sabe que está alcançando seu objetivo? Que evidencias, provas, que feedback você está tendo de que está no caminho certo? Que está atingindo seu objetivo? Porque se você não “mensurar” durante o trajeto, talvez seja tarde para você mudar algo no final.

E por último, ter flexibilidade para mudar. Sair do estado de reclamação e entrar em um estado de atitude.  – Se você não está atingindo seu objetivo, o que pode fazer de forma diferente para alcançar?

Imagine que você saia de casa para um passeio de carro. Passa por uma rua que tem um enorme buraco e seu carro cai no buraco danificando o pneu.

No outro dia, você ainda está reclamando que chegou atrasado e que isso não poderia ter acontecido e diz que vai conseguir chegar na hora! mas você toma a mesma rua e cai no mesmo buraco.

No terceiro faz tudo de novo… reclama, passa pela mesma rua e cai no mesmo buraco! E indignado você continua insistindo! Até que no quinto dia você diz: hoje vai ter que dar certo! Vou conseguir! deve ter algo que eu possa fazer diferente! Então quando está indo passar pela mesma rua, você olha mais à frente e avista outra rua em perfeitas condições que te levara ao destino desejado. Consegue atingir seu objetivo.

Insistir em algo, não significa persistir. A persistência te leva a identificar o que não deu certo para fazer diferente na próxima vez. A insistência, é você fazer a mesma coisa sempre, esperando alcançar um outro resultado.

Temos que nos flexibilizar para atingir objetivos. Se o que está fazendo não está dando o resultado que deseja, mude! Faça diferente!

Mas existem pessoas que vivem a vida se lamentando por tudo. Reclamam se está calor, se está frio, reclamam que falta dinheiro, falta saúde, que nada dá certo, que não consegue isso, não consegue aquilo.  Não tem, não pode, que o pai não é um bom pai, que o filho não é um bom filho, que a mulher, o marido… Enfim, só reclamam!

Até para orar, para rezar, reclamam! “senhor, minha vida é um fracasso, não tenho dinheiro para nada, nada dá certo para mim, não tenho isso, não tenho aquilo, não tenho, me falta… Percebem?

Talvez porque muitos de nós fomos educados a olhar para aquilo que não temos. Moldado pela crença da escassez. E quanto mais você reclama, mais disso você recebe. É causa e efeito. A vida dá mais do mesmo.

É importante sair da reclamação e ter clareza sobre o que deseja, porque a energia está aonde está seu foco. A energia flui para onde vai a atenção. Se você está focado no problema, é isso que vai acontecer ao seu redor.  Ao invés de colocar a atenção naquilo que quer, está colocando a atenção naquilo que deseja evitar.

Agradecer a e aceitar a realidade é muito mais proveitoso do que lamentar e reclamar!

Por exemplo: se você perde o emprego: o que é melhor? Viver reclamando que seu patrão não poderia ter feito isso, que é uma injustiça, ele é insensível, o que vai ser da sua vida agora… Ou aceitar a realidade e se perguntar: Perdi meu emprego…o que eu posso fazer agora? Pense no que te trará mais possibilidades: Se lamentar ou buscar soluções sobre o que pode fazer a partir disso?

Portanto, saber o que deseja, parar de reclamar e começar a agir, tomando a responsabilidade da sua vida em suas mãos e se flexibilizar para saber se está atingindo seu objetivo… vai canalizar a energia para aquilo que deseja.

Aceitar a realidade, não significa ser conivente com isso, apenas se colocar numa posição de atitude. Como diz Katie Byron, tentar mudar a realidade é como querer fazer um gato a latir. Não vai funcionar.  

Quando sabemos o que desejamos e paramos de reclamar, saímos de um estado queixoso e entramos num estado de possibilidades, de abundancia!  E o universo, sempre nos dá aquilo que acreditamos que merecemos. 

Lembre-se: Se o que está fazendo não está dando o resultado que você deseja, mude! Tenha flexibilidade. E valorize sempre o autoconhecimento!